Paris: Capital da Cultura

 
 
 
Paris no Imaginário e no Real
 
 
Paris concentra um cosmopolitismo fácil, aliado a uma curiosa fermentação intelectual. O gosto pelo inédito e bizarro fazem escola, a mundanidade ajuda a soltar-nos a fantasia. Conhecemos gente em todos os meios, conquistamos simpatias. Um nome e bastante dinheiro facilitam o resto. Convivemos com artistas e poetas. Conhecemos o sabor do álcool, do fumo, das noitadas.
Passamos a viver com uma dupla personalidade. Em casa, procurando aparentar não sem dificuldade alguma contenção, em Paris, dando largas à nossa loucura, futilidade e inconstância.
Era apaixonante e enriquecedor o convívio com muitos daqueles espíritos visionários e brilhantes que deixavam obra para a posteridade, apesar de os considerarem loucos. Mas de todos eles, pouco mais captávamos do que a superficialidade. (…)
Terminara o inverno. As folhas das árvores reclamavam a sua verdura, as flores exibiam sem timidez as suas cores explosivas…
(Extraído do livro: "Agradece o Beijo" de Ana Zanatti – p.101/159)
 
 
Para conhecer uma Paris cor-de-rosa clique em: www.ohlalaparis.com
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Viagens. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s