Aforismos de Fernando Pessoa

 
 
As Palavras Tramadas Por Pessoa
 
 
 
"O amor é que é essencial.
O sexo é só um acidente"
 
 
"Saudades, só os portugueses
conseguem sentí-las bem
Porque têm essa palavra
para dizer que as tem".
 
 
"Tudo é incerto e derradeiro.
Tudo é disperso, nada é inteiro.
Ó Portugal, hoje és nevoeiro…
 
É a Hora!"
 
"Perdi-me dentro de mim
Porque eu era labirinto,
E hoje, quando me sinto,
É com saudades de mim".
 
"Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal".
 
"Quem é, quem foi, quem seria,
Que este mundo assim formou?
Que a uns tanto deu
E a outros nada deixou?"
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Para Ler e Guardar.... ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s