O “Egoísmo”, Numa Fábula sobre as Relações Humanas

 
 
O Dia em que o Sol Deixou de Ser Egoísta
Ivanir Faria
O dia amanhecia e prometia ser um daqueles em que a vida renasce fresca e animadora em cada coração. O Sol, mal despontou, já se via mais do que nunca magistral… Vaidoso, o Astro-Rei envaidecido como sempre, só não acordou mais cedo pois no quesito “pontualidade”, teve sempre a nota máxima. Não fosse a sua tamanha responsabilidade com o senhor Universo, talvez até se atrevesse a despertar um pouquinho mais cedo, perante sua euforia em distribuir raios de energia para todos os lados naquela manhã.
Foi então abrindo os olhos aos poucos e a poucos anos-luz adiante, avistou a Lua, já um pouco desbotada, que se preparava  para descansar. Tinha trabalhado muito naquela noite… Havia tantos namorados a contemplá-la  nas praças, tantos animais a caçar e todos dependiam de sua luz… Isto sem falar nas marés, nas plantas e nas estações do ano que só sobrevivem se a senhora Lua estiver a postos, toda noite em seu local de trabalho… Ah, já ia me esquecendo que o Lobo uivante não seria ninguém sem a Lua cheia inspirando-o a uivar, a única sonoridade demasiado imponente nas noites, em face dos pios dos pássaros, criques dos insetos e os “bombos” dos sapos.
Por estar tão bem disposto, o Sol foi logo dizendo:
_Bom dia, querida Lua!…
Ficou segundos esperando uma resposta e nada!
Repetiu a frase, ainda com mais entusiasmo e foi abrindo mais os olhos, na ânsia se enxergar a companheira de tantos anos, mas percebeu que ela ainda mais se ofuscava:
_Bom dia, querida Lua!…
Insistindo, repetiu a saudação, embora já não acreditasse que recebesse resposta…
_Bom dia, querida Lua!…
Dito e feito! Dona lua apagou-se de vez e minou toda a alegria so senhor Sol naquela manhã.
Durante todo o dia, o Astro-Rei ficou pensativo, embora não pudesse se dar ao luxo de fugir do seu trabalho. Ao meio-dia, depois de meditar toda a manhã, foi que finalmente chegou à conclusão que fora ele o culpado daquela embaraçosa situação. Concluiu que a Lua embora se alimente também de sua energia, jamais poderia com ele conviver… Viu que quanto mais ele brilhara naquela manhã, mais apagava o brilho da companheira. Passou então o resto da tarde a meditar, mas a cada momente sentia-se mais triste… As horas foram passando, a tarde chegando até que finalmente o Sol se cansou e começou a preparar-se para descansar. Foi saindo de cena, calmamente, sempre triste, recordando os acontecimentos daquele dia. Mesmo de costas viradas, o Sol sentiu um brilhozinho vindo de longe. Não quis virar-se para ver, mas nem precisava certificar-se. Sabia que era  a Lua chegando para fazer o trabalho de sempre…
Pouco antes de cerrar os olhos e adormecer profundamente, o senhor Sol prometera a si mesmo que a partir do dia seguinte sempre deixaria uma oportunidade para a companheira brilhar também, e, ainda mais: decidira oferecer-lhe sempre uma dose extra de brilho.
E foi assim que ficou definitivamente organizada a vida no Cosmos. O Sol seria o dono do dia, a Lua a dona da noite.

A Importância da Lua

É próprio dos domínios da Lua a mutação e a flutuação e todos os processos e formas de fertilidade e nutrição. Dependendo do signo em que a Lua se encontra, aspectos formados com outros planetas e sua fase até o tipo de consumo e preferência de alimentos são alterados.
Devido à força gravitacional que exerce sobre a Terra, a Lua atua sobre o volume, o fluxo e refluxo dos líquidos e das águas existentes sobre a Terra, nas camadas subterrâneas – pressionando o interior da Terra, no interior dos vegetais e no corpo humano.
As marés dos oceanos, dos rios, a seiva dos vegetais e o fluxo de sangue e de líquido no organismo sofrem a influência da Lua, na medida em que ela se movimenta em relação ao Sol. Com isto a vegetação, a agricultura, a pesca, o clima e até a saúde se tornam fortes áreas de influências da Lua.
É a Lua que dá o tom emocional do dia.
Ela causa impacto sobre o comportamento humano, sobre o humor das massas e sobre o estado de ânimo coletivo.
A sensibilidade, as reações, e as flutuações emocionais das pessoas são reflexos em grande parte dos movimentos da Lua.
A Lua não regula só as marés dos oceanos. Rege também as marés humanas.
Os comportamentos de massa estão muito sujeitos às influências da Lua.
Os negócios também recebem forte pressão dos movimentos da Lua.
A flutuação do mercado financeiro é um típico exemplo de atividade que responde muito às influências da Lua. Este mercado depende muito de uma resposta psicológica positiva e confiante das pessoas: outro típico campo de influencia da Lua: – o psicológico.
A Lua regula as subidas e descidas de qualquer ciclo.
Há definitivamente crescimento e queda de energia numa maré de pico ou de baixa associada à Lua. Por exemplo, engordar ou emagrecer é, em última instancia, a extensão dos efeitos da Lua em suas fases de aumentar – crescer – diminuir – minguar. Como uma visível barriga no céu. Tudo que quisermos que cresça e se revele ou ao contrário, diminua, se contraia, perca a força ou até desapareça, devemos fazer sob a correta influência da Lua. No mesmo caso se incluem: tratamentos de saúde e beleza, dietas, gestação, jardinagem, agricultura, transações bancarias, relacionamentos e muitas outra atividades.
O mais próximo corpo celeste da Terra, a Lua mexe espetacularmente com as emoções e os desejos coletivos; reflete, portanto, nos romances e na vida afetiva. Dependendo do signo em que a lua se encontra no céu, da sua fase ou dos aspectos formados a outros planetas, ocorre uma disposição maior das pessoas para os romances, os encontros, e as aproximações.
A Lua tem atuação decisiva sobre todos os líquidos do nosso planeta, inclusive do nosso corpo. Por esta razão, é aconselhável observar o comportamento da Lua antes de nos submetermos às cirurgias. Devido ao controle que a Lua exerce sobre os líquidos do organismo, pode inibir ou predispor inchaços, hematomas, edemas, hemorragias e interferir na qualidade e na duração do pós operatório.
Como contra partida do Sol – o astro do dia – ela preside a noite e interfere diretamente sobre a quantidade e qualidade do sono e dos sonhos.

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Para Ler e Guardar.... ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s