Évora, Dulce Pontes e Pura Magia no Ar…

 

Por que Évora Fascina-me Tanto?

Ivanir Faria

 

Há uma canção de Dulce Pontes

que começa assim:

"Eu não sei que tenho em Évora
Que de Évora me estou lembrando…"

Gosto muito de ouví-la e fico a perguntar-me

por quê que simplesmente o nome "Évora" evoca em mim

um inexplicável  frisson…

 

 

Meu Alentejo

 
 

Eu não sei que tenho em Évora
Que de Évora me estou lembrando
Quando chego ao rio Tejo
As ondas me vão levando

Abalei do Alentejo
Olhei para trás chorando
Alentejo da minh’alma
Tão longe me vais ficando

Ceifeira que andas à calma
Ai, e à calma ceifando o trigo
Ceifa as penas da minh’alma
Ceifa-as leva-as contigo …

O centro histórico de Évora é uma

autêntica cidade-museu onde os edifícios mais

antigos vêm dos tempos da ocupação romana…

E, qualquer semelhança, não é mera coincidência:

o estilo arquitetônico de Évora exerceu a mais

forte influência na arquitetura brasileira.

Estar em Évora evoca Ouro Preto, Tiradentes, Parati…

 

 

Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Uma resposta a Évora, Dulce Pontes e Pura Magia no Ar…

  1. Inês Pais diz:

    O Alentejo sussurra-nos ao coração… Évora é o centro da minha alma🙂 e conheço-a tão pouco…

    Abraços de uma irmã de Portugal *

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s