Mãe, Simplesmente…

Mãe, Simplesmente…
Ivanir
 
À Minha Mãe, Estelina
 
Quantas cidades eu vejo!… Por Portugal,
Penso em Ti, de caminho a caminho!…
Anseio chegar ao nosso ninho,
Para beijar-Te, enfim, as mãos cansadas,
Mas leves, macias e tépidas…
 
Volto aos quintais de nossa casa,
Onde fazia de minhas peraltices…
Sem esquecer os " _ Ó menino, volte aqui!"…
Sim, tenho-os na memória guardada!
Sem esquecer também das preces de zelo e carinho…
 
Tudo passou, aliás, o tempo corre, avança!…
Apenas o Teu Amor me domina a lembrança!
Teus ( nossos ) canteiros de flores, como estão?
Sou Vento que nelas sopra, não vês?…
Vives além-mar… Estás, porém, comigo!…
 
Quero rever-Te dia desses em nosso lar antigo,
No abraço sem fim, coração a coração!…
Mas hoje, "Dia das Mães", que delícia!…
Moldo palavras, tento rimas,
Mas nada disso exprime um Amor
Que tem, no mais alto grau que puder,
Tudo tudo de Sublime!…
Amo-Te muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito!…
 
 
 
 
 
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Para Ler e Guardar.... ligação permanente.

2 respostas a Mãe, Simplesmente…

  1. wania maria diz:

    NMeu amigo tu és um escritor de mão cheia, que faz? sabes o porque dessa pergunta, não sabes?Olha tá linda essa poesia. amei verdadeiramente.A escrita esta na alma.e o escritor perdido atras do medo.Desculpa se te digo isso.Vais a luta , vai a procura do teu verdadeiro EU.Pois sabes que nao és onde estásBjus.

  2. Marcineia diz:

    Ai Ivan, só vc mesmo pra me emocionar tanto! bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s