Bonecas de Constância, Portugal

Querida Boneca, Gosto Tanto de Ti…

Nasceram em Constância, supostamente nos finais do século XIX, entre os anos de 1800 e 1900, as mais famosas bonecas de trapos de Portugal. As suspeitas baseiam-se nos seus trajes que tradicionalmente exibem,  ao estilo da “Belle Epoque”, uma imensa riqueza de cores e detalhes. Foram criadas para as brincadeiras das crianças, passaram a ser peças de adorno para a casa e hoje representam o artesanato local e já são mundialmente conhecidas. Descubra mais sobre estas ricas bonecas feitas a mão…

Boneca de Constância - Traje de "Senhora"

As bonecas de Constância têm duas versões de traje: o das Senhoras ou Noivas (vestidos de veludo, peles, chapéus de plumas) e o das Amas (com farda, avental e touca).

Boneca de Constância Traje de "Ama"

A Estrutura Por Debaixo dos Trapos de Tecidos

  A cabeça  da boneca é moldada em papel e depois coberta com  tecido branco, cheia de algodão e cosida. Bordados fazem as sobrancelhas, olhos, nariz e boca. O cabelo faz-se com lã de ovelha na cor castanha que depois é cortado a gosto.  Ao pescoço junta-se com agulha e linha (pelo tracejado e nos orifícios das pernas)  a estrutura de duas varetas de madeira (canas) cobertas com fita de cetim e meia de seda. Assim faz-se as pernas. O tronco é moldado em tecido e cheio de algodão. Papel recortado faz os braços que se  cosem aos ombros e assim fica pronto o corpo. Agora é só escolher o modelo da roupa, confeccionar e vestir a boneca…

Materiais do Corpo: Papel Cartão de Canas de Madeira

Antes e Depois de Vestida

A Importância dos Adereços

Cinto, Chapéu com 7 penas brancas, laços de fitas, passamanarias, rendas, flores em tecido… Eis alguns dos detalhes que caracterizam a indumentária das Bonecas de Constância. As cores devem ser vibrantes. Sempre presente o vermelho, o verde (cores de Portugal), o azul e amarelo.

Antigamente as bonecas eram únicas, exclusivas, feitas com restos de tecidos e materiais e depois eram vendidas. Tornaram-se, então, o ganha-pão das mulheres de pescadores que, enquanto os homens embarcavam nas águas do Tejo, ficavam em casa a cuidar dos filhos, aproveitando a circunstância para “trabalhar”. Depois passaram a ser feitas sob encomenda e começaram-se a usar tecidos nobres e materiais mais caros, o que caracterizou a nobreza da “Belle Epoque”.

Esquemas reproduzidos do livro: “Artes e Tradições de Abrantes” – Editora Terra Livre  – 09/1983, Lisboa. Fotos retiradas da Internet

A Promoção das Bonecas de Constância

Atualmente apenas duas artesãs, Mariazinha e Palmira Governo confeccionam as bonecas. A Câmara Municipal de Constância promove a divulgação e venda de exemplares, fazendo a ligação entre as artesãs e o consumidor através do Posto de Turismo de Constância. São feitas em pequenas séries e estão disponíveis em pontos específicos da cidade onde são vendidas principalmente para os turistas que as cobiçam pela originalidade….

Fotos de Bonecas de Constância Antigas (reproduzidas do livro: “Artes e Tradições de Abrantes” )

Esta entrada foi publicada em Arte e Vida, Moda e Comportamento, Para Ler e Guardar..., Viagens. ligação permanente.

2 respostas a Bonecas de Constância, Portugal

  1. Gostei muito de conhecer as bonequinhas… Portugueses que somos e ainda não conhecíamos essas bonecas. São bonitas…

  2. Pingback: Bonecas de Constância, Portugal (via ivanirfaria) | Nuno Anjos Pereira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s