Anunciação de Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci

Um desenho de 1473 guardado na galeria dos Uffizi é a primeira obra datada de Leonardo, o artista que conservou-se afastado da corrente artística dominante. A curiosidade de sua mente infatigável o levou a ser mais do que artista e arquiteto: inovou na engenharia, anatomia, aeronáutica, teoria da arte, música e até projetos sobre teatro. O bastante para ser considerado “o mais extraordinário gênio do Renascimento”…

Leonardo (1452-1519)

 O Anjo Gabriel Anunciou à Maria

A Anunciação (1472-1475)

A obra executada para o Convento de São Bartolomeu de Monteoliveto, perto de Florença e que se encontra hoje nos Uffizi é a primeira de Da Vinci como figura artística independente. O Anjo acabado de chegar e ao iniciar a saudação à Virgem é “fotografado”com pinceladas e mais pinceladas que demoraram aproximadamente três anos. Testes em raio X encontraram diversos desenhos sob a pintura, traços arrependidos e refeitos, o que prova a insistência do artista em encontrar o perfeito equilíbrio entre os elementos em cena. Um dos problemas básicos criados por Leonardo era obter a distância adequada do olho em relação ao plano do quadro e, por conseguinte, do ângulo de visão que permitisse contemplar a sua larga superfície.  O Artista, colocando-se no lugar do espectatador estudou a geometria dos raios visuais e suas interseções  para que os elementos formassem um conjunto harmonioso e criasse a ideia de um naturalismo ilusionista. De frente à pintura tem-se a noção de que somos um personagem ali presente.

Pormenor

Historiadores de Arte chegaram a atribuir a Anunciação a Verrocchio, mas em análises minuciosas, descobriram que no Batismo de Cristo, de Leonardo encontrava-se a paisagem parecida de cipreste e teixos. Além disso, os anjos que aparecem nas duas obras são muito semelhantes. Ainda há quem afirme que Leonardo pintou o Anjo e Verrocchio a Maria. Se for mesmo assim, uma obra a quatro geniais mãos teria ainda mais valor…

Bibliografia consultada:

Leonardo da Vinci – Fred Bérence – Verbo – 1965

Comentar os Grandes Artistas – Robert Cumming – Civilização – 1998

Leonardo da Vinci – Fernando Marias – Círculo de Leitores – 1996

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Arte e Vida, Assunto Sério, Para Ler e Guardar.... ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s